Polo Marista lança Fábrica de Software

Na tarde desta segunda-feira, 4/9, o Polo Marista de Formação Tecnológica realizou o lançamento de um novo projeto, a Fábrica de Software. Visando atrair os educandos egressos do curso de Programação de Software, foi criado um curso livre que terá como sala de aula um ônibus. Até a aula inaugural, 9 educandos haviam se inscrito para participarem da primeira turma deste novo curso.


Educadores e educandos conheceram o ônibus que agora é a Fábrica de Software

O educador Marcus Medeiros fala que o curso aproveitará aspectos que os educandos aprendem no curso de programação de software, mas que por falta de tempo acabam não conseguindo desenvolver os projetos e também aprofundará tópicos mais avançados. “A fábrica de software vai dar uma experiência que hoje o mercado de trabalho não dá. Organização, documentação de projetos, melhoramento de codificações, entre outras atividades que vão agregar muito conhecimento ao currículo deles, já que o curso, por ser mais básico não aprofunda esses aspectos. É um curso avançado e voltado à pesquisa, como se fosse uma empresa de tecnologia”, explica Marcus.


Educador Marcus, da programação de software

O educando Hendril Muinarczyki Lara, que terminou o curso de programação de software em julho de 2016 e foi voluntário até a última sexta-feira, 1°/9, se mostra muito otimista com esse novo passo que dá no Polo Marista. “Eu senti um pouco de saudade de ter uma turma, de trabalhar em equipe, de ter pessoas trabalhando por um objetivo em comum, uma cooperação. Acredito que o ritmo do trabalho vai ser melhor, o aprendizado será melhor pois teremos um cronograma com horários para estudar e isso vai nos dar a chance de crescer e entregar os projetos que estamos desenvolvendo”, explica o educando Hendril que também é estudante do 3º Ano EM do Colégio Marista Irmão Jaime.


Hendril foi voltuntário e agora integra a equipe de egressos da Fábrica de Software

A ideia da fábrica de software ser dentro do ônibus, surgiu do educador Michael Santos que viu o ônibus parado no pátio e pensou que poderia ser uma sala de aula itinerante. O educador conta que conversou com a coordenação do Polo sobre a ideia. “Não tínhamos um lugar físico no polo para a fábrica e teria que ser construído um espaço novo. Então, um dia indo para casa, passei pelo ônibus e tive a ideia de quem sabe fazer entro do ônibus. Levei essa ideia para a Coordenadora do Polo, Márcia Broc, e vimos juntos a possibilidade de fazer no ônibus. Ela levou para o diretor, Irmão Odilmar Fachi, que também aprovou a ideia. Depois disso colocamos a mão na massa e fizemos os ajustes que precisavam ser feitos, como o ar-condicionado, a elétrica, os computadores que precisavam de novos hardwares e softwares para desenvolver o trabalho até chegarmos hoje no lançamento deste projeto”, conta o educador.


Educador Michael apresentando a Fábrica de Software

Agora o ônibus é também uma fábrica de software. Pronto para iniciar projetos de desenvolvimento e implantação de ações.


Vice-diretor do Cesmar, gerência social e empresas parceiras
participaram da visita à Fábrica de Software

Os dois educadores e os 9 educandos terão como missão finalizar três projetos que já estão em andamento: Controle de Voluntários do Grupo Hospitalar Conceição, aplicativo comunitário SociALL e Sistemas Web do Polo e do projeto Recondicionar.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.

Unidades Sociais Maristas

Rua Ir. José Otão, 11 – Bom Fim
Porto Alegre - RS - Brasil
90035-060


Principais Contatos 0800 54 11 200
[email protected]
Fale conosco