Oficina de Informática movimenta o Marista Boa Esperança

A oficina de Informática do Centro Social Marista Boa Esperança esteve muito movimentada desde o início das atividades, em fevereiro. A educadora Carine Sins, responsável pela oficina e em sintonia com o Bicentenário do Instituto Marista, construiu com os educandos as 200 ações para 2017 e os acordos de convivência do ano.

Para os recém-chegados da turma A1 (educandos de 6 e 7 anos), a educadora preparou um momento especial, no qual apresentou a história de Marcelino Champagnat (do livro São Marcelino, um amigo de verdade), mostrando imagens de onde ele dormia e a casa de L’Hermitage. Ao final da história, cada educando descobriu que havia sido um “escolhido” e precisou encontrar o sinal: a letra “M” na mão.


Educandos aprenderam sobre a história do computador

Tendo como mote o livro e a história do fundador, Carine questionou o conhecimento dos educandos sobre o computador e apresentou a história do primeiro computador (Eniac). Posteriormente, a educadora apresentou as partes e as funções de um computador, e os educandos verificaram um gabinete por dentro, a placa mãe, a unidade de disco rígido, a memória RAM e o processador.

Jogo de memória com as partes do computador (imagem e nome) e caça-palavras com o nome das partes do computador também foram realizados com as crianças, para que elas dominassem ainda mais o tema. Para Carine, “com essas atividades, além de estarmos trabalhando o eixo de incentivo à aprendizagem, estamos também evangelizando e semeando, em cada educando, a cultura de que é possível transformar a realidade de qualquer um de nós por meio da educação. Basta acreditar, assim como Marcelino acreditou”, afirma a educadora.


Carine desenvolveu jogo de memória e caça-palavras sobre o tema

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.