Histórias de vida inspiram educadores sociais no Congresso Marista

Um misto de orgulho, reflexão e inspiração tomou conta do teatro do prédio 40 da PUCRS nesta sexta-feira, 4/8, data em que foi realizado mais um Congresso Marista de Educadores Sociais. E a décima edição do evento não poderia ter sido mais especial, levando à risca o tema Histórias de vida que inspiram projetos e atitudes, que emocionou os mais de 500 profissionais dos Colégios e Unidades Sociais da Rede Marista no evento.

Já na abertura, os participantes foram surpreendidos por um depoimento em vídeo direto de Roma, enviado pelo superior-geral do Instituto Marista, Ir. Emili Turú, que fez um chamado às vocações dos profissionais que trabalham na Área Social, os quais ele classifica como determinantes para fazer a diferença no mundo. Completaram os discursos iniciais o vice-presidente da Rede Marista, Ir. Deivis Fischer; o superintendente dos Colégios e Unidades Sociais da Rede Marista, Rogério Anele; e o gerente social dos Colégios e Unidades Sociais da Rede Marista, Ir. Luciano Barrachini. Em suas falas, os gestores enalteceram a relevância do evento dentro do cenário de 200 anos da atuação marista no mundo, completados em janeiro deste ano, assim como o papel de cada educador na continuidade do legado deixado pelo fundador do Instituto Marista, São Marcelino Champagnat.


Mais de 500 educadores participaram do evento

A palestra de início da programação ficou a cargo do doutor em Filosofia e decano associado da Escola de Humanidades da PUCRS, Luciano Marques de Jesus. Irreverente, ele conduziu sua apresentação abordando o Sentido da Vida, propondo uma reflexão sobre os valores criativos que enchem a vida das pessoas de sentido a partir de múltiplas experiências e vivências. Ele fez um paralelo ao contar a trajetória do psiquiatra austríaco Viktor Frankl, conhecido por sua história de superação nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. “O sentido da vida não pode ser delegado, pois é individual e único”, afirmou. Na sequência, estudantes, educandos e educadores da Escola e Centro Social Marista Santa Marta subiram ao palco para encantar o público com um momento de reflexão e cultura sobre o tema do evento, tendo como base o carisma marista.


Professor Luciano de Jesus falou sobre o sentido da vida

À tarde, um novo momento cultural surpreendeu os participantes que retornavam do intervalo. Um pocket show com o cantor e filósofo Jorge Trevisol motivou a plateia ao som de canções como Certas Coisas e Nuvens Passageiras. O momento artístico antecedeu os depoimentos vivenciais da gestora de projetos sociais Ivanete Pereira Ramos e do empresário do ramo da reciclagem Joelson Orrigo Gonsalves. Ivanete relatou sua experiência de luta pelos direitos humanos e a atuação ativa que mantém com os jovens na periferia. Gonsalves contou sobre sua trajetória de superação profissional, desde a época em que era catador de sucata, ainda na adolescência, até a fundação de sua empresa, hoje referência nacional em reciclagem de lixo eletrônico.


Participantes foram recebidos com violetas que representavam os valores maristas

Francisco Kern, professor do curso de Serviço Social na Escola de Humanidades da PUCRS, realizou a última palestra do evento, propondo a temática O Pertencimento Social como Projeto de Vida. Em sua abordagem, ele destacou a necessidade de “costura” do sentimento de pertencimento social. “É preciso voltar a acreditar no outro, mas sem esquecer de si. O projeto de vida é um convite para sermos sujeitos de nossas histórias”, salientou. Antes do encerramento, Kern se juntou à Ivanete e Gonsalves para um bate-papo com a participação do público sobre histórias inspiradoras.


10ª edição do evento trouxe histórias de vida que inspiram projetos e atitudes

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.

Unidades Sociais Maristas

Rua Ir. José Otão, 11 – Bom Fim
Porto Alegre - RS - Brasil
90035-060


Principais Contatos 0800 54 11 200
[email protected]
Fale conosco