Festa Junina do Cemasi relembra o sentido da fogueira de São João

Entender os símbolos do Dia de São João foi a proposta desenvolvida pelo Centro Social Marista Santa Isabel (Cemasi) para celebrar a data na unidade. No dia 23/6, educandos e educadores participaram de momentos de estudo e integração.


Veja as fotos gerais do evento e o álbum no porta-retrato!


A educadora Rosimara Borges e a pastoralista Maria Valdameri contaram a história da origem das festas de São João, e até uma fogueira foi acesa no meio do refeitório. Brincadeiras, casamento caipira e dança também marcaram a festa, além das comidas e bebidas típicas.


História da Fogueira de São João

A fogueira tem seu fundamento na história do nascimento de João Batista. Era um sinal de Santa Isabel, mãe de São João, para Maria, mãe de Jesus.

Dizem que Santa Isabel era muito amiga de Nossa Senhora e, por isso, costumavam visitar-se. Uma tarde, Santa Isabel foi à casa de Nossa Senhora e aproveitou para contar-lhe que, dentro de algum tempo, nasceria seu filho, que se chamaria João Batista.

Nossa Senhora, então, perguntou:

- Como poderei saber do nascimento dessa criança?

- Vou acender uma fogueira bem grande; assim, você poderá vê-la de longe e saberá que João nasceu. Mandarei também erguer um mastro com uma boneca sobre ele.

Santa Isabel cumpriu a promessa. Certo dia, Nossa Senhora viu ao longe uma fumaceira e depois umas chamas bem vermelhas. Foi à casa de Isabel e encontrou o menino João Batista, que mais tarde seria um dos santos mais importantes da religião católica.

Comentários (0)

Entre na discussão.

captcha

Mensagens sem e-mail válido ou com expressões ofensivas serão excluídas.

Unidades Sociais Maristas

Rua Ir. José Otão, 11 – Bom Fim
Porto Alegre - RS - Brasil
90035-060


Principais Contatos 0800 54 11 200
[email protected]
Fale conosco